Cornfield effects on breeding and abundance of Oligoryzomys nigripes (Rodentia: Sigmodontinae)

, , , ,

Small rodents rely on resource gathering during the breeding season to support their reproductive output and offspring survival. Since croplands may provide complementary food
sources, we evaluated the influence of the presence of cornfield on the forest edge in Oligoryzomys nigripes (Olfers 1818) abundance and breeding. We found that abundance, proportion of reproductive females and males, as well as the number of juveniles were higher in the cornfield-forest edges, with no seasonality, a pattern divergent from the seasonal reproduction described for the species. Therefore, our results supported the hypothesis of cornfields benefiting O. nigripes abundance and breeding success.


Pequenos roedores dependem da aquisição de recursos para sustentar a reprodução e a sobrevivência da ninhada. Uma vez que plantações podem servir como fonte complementar de
alimento, nós avaliamos a influência da presença de plantações de milho na borda da floresta sobre a abundância e a reprodução de Oligoryzomys nigripes. Constatamos que a abundância, a proporção de indivíduos reprodutivos, assim como o número de juvenis foram maiores nas bordas dos campos de milharal, sem sazonalidade, um padrão divergente da reprodução sazonal descrita para a espécie. Nossos resultados suportam a hipótese de que as plantações de milho beneficiam a abundância e a atividade reprodutiva de O. nigripes.

Atividade reprodutiva e estrutura populacional de Myotis nigricans (Schinz, 1821) (Chiroptera: Vespertilionidae) no sul do Brasil

, , , , ,

Dentre os mamíferos, os morcegos compõem o grupo com a maior diversidade de estratégias reprodutivas. Nesse estudo, analisamos as características reprodutivas e a estrutura populacional de Myotis nigricans nos 12 meses do ano, em uma região de clima temperado no sul do Brasil. Nós desenvolvemos o estudo em um abrigo antrópico, localizado no município de Pedras Grandes, no estado de Santa Catarina. Nós capturamos os morcegos mensalmente com redes de neblina instaladas na saída do abrigo e identificamos os indivíduos capturados quanto ao sexo, condição reprodutiva e classe etária. O tamanho populacional estimado da colônia variou de 596 à 1050 indivíduos. Os nascimentos ocorreram principalmente entre os meses de setembro e janeiro, com mais de um evento de gravidez, caracterizando padrão poliéstrico sazonal e bimodal de reprodução. O período reprodutivo de M. nigricans no sul do Brasil assemelha-se ao registrado para outras regiões, todavia, não é possível descrever um padrão único ao longo da área de distribuição da espécie.


Reproductive activity and population structure of Myotis nigricans (Schinz, 1821) (Chiroptera: Vespertilionidae) in the southern Brazil. Among mammals, bats present the greatest diversity in reproductive strategies. In this study we analyzed reproductive and population characteristics of Myotis nigricans over one year in a temperate region in Brazil. We carried out the samplings in an anthropic roost, in Pedras Grandes municipality, Santa Catarina state. We captured bats monthly with mist nets installed at the roosts exits and identified the captured individuals according to sex, reproductive condition and age. There was greatest number of females than males. Population size was estimated from 569 to 1050 individuals. Births occurred mainly from September to January, with more than one pregnancy event along the year, evidencing a seasonal and bimodal polyestry pattern. The reproductive period of M. nigricans in southern Brazil is similar to the records made in other regions. Despite of it, there is no pattern along its distribution range.

Ecological considerations on Xeronycteris vieirai: an endemic bat species from the Brazilian semiarid macroregion

, , , , ,

We provide information on distribution, shelter use, food consumption, and reproductive biology of the nectar-feeding bat Xeronycteris vieirai. Six adult bats were mist netted near the caves and bromeliad Encholirium splendidum in a transition area between Caatinga and Cerrado biomes in Brazil. Bats were leaving the caves and were observed feeding on that bromeliad species. Our results suggest that distribution of X. vieirai may not be restricted to the Caatinga, but may occupy the entire Brazilian semiarid macroregion. Encholirium splendidum is an important resource for bats in karstic regions and its distribution might be related to the distribution and reproduction of X. vieirai.


Considerações ecológicas sobre Xeronycteris vieirai, uma espécie de morcego endêmica da macrorregião semiárida brasileira. Fornecemos informações sobre a distribuição, uso de abrigo, consumo alimentar e biologia reprodutiva do morcego nectarívoro Xeronycteris vieirai. Seis morcegos adultos foram capturados com redes próximas às cavernas e à bromélia Encholirium splendidum em uma área de transição entre os biomas Caatinga e Cerrado no Brasil. Os morcegos estavam saindo das cavernas e foram observados se alimentando daquela espécie de bromélia. Nossos resultados sugerem que a distribuição de X. vieirai talvez não esteja restrita somente à Caatinga, mas talvez ocupe toda à macrorregião semiárida brasileira. Encholirium splendidum é um importante recurso para os morcegos em regiões cársticas e sua distribuição deve estar relacionada à distribuição e reprodução de X. vieirai.

Seasonal variation in foraging group size of crab-eating foxes and hoary foxes in the Cerrado Biome, Central Brazil

,

In regions with a pronounced dry season, such as the Cerrado Biome (Brazilian savannah), climate seasonality may affect food availability for canid species and, consequently, their foraging behavior. We investigated seasonal variation in foraging group size of crab-eating foxes (Cerdocyon thous) and hoary foxes (Lycalopex vetulus) in the Cerrado region for three consecutive years. Data were obtained by direct observations of foraging foxes during spotlight surveys. Both species were sighted foraging individually or in pairs with or without their juvenile offspring. However, crab-eating foxes foraged in pairs more frequently in the wet season and individually more frequently in the dry season whereas hoary foxes foraged mostly individually throughout the year. The higher frequency of solitary foragers in the dry season is possibly a response to the seasonal shortages in the availability of clumped and locally abundant food resources such as fruit and insects, important items in the diet of the crab-eating fox during the wet season. The absence of seasonal variation in foraging group size of the hoary fox may be related to its specialized food habits, since termites predominate in the diet of this species in both seasons.


Variação sazonal no tamanho de grupo de forrageio em cachorros-do-mato e raposas-do-campo no bioma Cerrado, Brasil central. Em regiões com uma estação seca pronunciada, como o Bioma Cerrado (savana brasileira), a sazonalidade climática pode afetar a disponibilidade de alimento para as espécies de canídeos e, conseqüentemente, seu comportamento de forrageio. Nós investigamos a variação sazonal no tamanho de grupo de forrageio de cachorros-do-mato (Cerdocyon thous) e raposas-do-campo (Lycalopex vetulus) na região do Cerrado por três anos consecutivos. Os dados foram obtidos através de observação direta em focagens noturnas dos animais forrageando. Ambas as espécies foram avistadas forrageando individualmente ou em pares com ou sem sua prole juvenil. Entretanto, os cachorros-do-mato foram vistos forrageando em pares mais freqüentemente na estação úmida e individualmente mais freqüentemente na estação seca ao passo que as raposas-do-campo forragearam principalmente individualmente durante todos os meses do ano. A maior freqüência de forrageadores solitários durante a estação seca é possivelmente uma resposta à diminuição sazonal na disponibilidade de recursos alimentares abundantes e com distribuição agregada como frutos e insetos, itens importantes na dieta do cachorro-do-mato durante a estação úmida. A ausência de variação sazonal no tamanho de grupo de forrageio na raposa-do-campo pode estar relacionada ao seu hábito alimentar especializado, uma vez que cupins predominam na dieta desta espécie em ambas as estações.