Comparing density estimates from a short-term camera trap survey with a long-term telemetry study of giant armadillos (Priodontes maximus)

, , ,

Population density is a key parameter in conservation, but remains a challenging metric to obtain for rare and cryptic species. We designed a camera trap array targeting the elusive giant armadillo (Priodontes maximus), estimated densities using spatially explicit capture-recapture models, and compared these with estimates from a previous eight-year telemetry study in the area. Density from the six-month camera trap survey (7.69
individuals/100 km²) is nearly identical to that from the intensive telemetry study (7.65 ind./100 km²). We recommend the use of systematic camera trap arrays, which are much less expensive and time consuming, to obtain insights on the population status of elusive species across the Neotropics and inform conservation.


Comparando estimativas de densidade de um curto levantamento por armadilhas fotográficas com um estudo de longo prazo por telemetria para uma espécie rara, com grandes áreas de vida e noturna com hábitos fossoriais. A densidade de populações é um parâmetro chave em conservação e ecologia, mas é uma métrica difícil de se obter para espécies raras e de hábitos crípticos. Nós desenhamos uma matriz de armadilhas fotográficas para capturar o elusivo tatu canastra (Priodontes maximus), estimamos sua densidade usando modelos de captura e recaptura espacialmente explícitos, e comparamos essa estimativa com àquela obtida em um estudo anterior de oito anos de telemetria realizado na mesma área. A densidade obtida através do levantamento por armadilhas fotográficas com duração de seis meses (7.69 indivíduos/100 km²) é praticamente idêntica àquela obtida no estudo intensivo de telemetria (7.65 ind./100 km²). Nós recomendamos o uso de matrizes sistematizadas de armadilhas fotográficas, que possuem um menor custo financeiro e em termos de mão de obra, ao longo da região Neotropical para obter conhecimento sobre o status populacional de espécies elusivas e informar medidas de conservação.

Mammals of Mato Grosso, Brazil: annotated species list and historical review

, , , , , , , ,

The state of Mato Grosso is one of the largest (903,357 km²) and most diverse in terms of vegetation in Brazil, encompassing three distinct Neotropical biomes—the Amazon, Cerrado, and Pantanal—therefore holding high faunal diversity. Our goal in this paper was to review the history of mammalogy in this state, and to provide a checklist of mammals, with comments on taxonomy, distribution, conservation status and type of records for the species present in Mato Grosso. These records were based primarily on voucher specimens housed in scientific collections, but a few were based on personal observations and photographs. We listed 268 species belonging to 149 genera, 36 families and 10 orders, which represent 38% of mammal species occurring in Brazil. The most representative families were Phyllostomidae (63 species), Cricetidae (42) and Didelphidae (31). Our list includes 33 threatened species, representing 12% of Mato Grosso mammal species and 30% of all threatened mammal species of Brazil. We discuss the main threats to this group, and argue that social and political projects together with basic scientific knowledge are urgent to ensure a profound change in the current scenario.


Mamíferos de Mato Grosso, Brasil: lista anotada e revisão histórica. O estado de Mato Grosso é um dos maiores (903 357 km²) e mais diversos do país em termos de fitofisionomias, abrangendo três biomas Neotropicais distintos —Amazônia, Cerrado e Pantanal— apresentando, consequentemente, uma elevada diversidade faunística. Os objetivos do presente estudo foram revisar a história da Mastozoologia neste estado e fornecer uma lista atual de mamíferos com comentários a respeito da taxonomia, distribuição, estado de conservação e tipos de registro para as espécies que ocorrem no Mato Grosso. Os registros aqui obtidos basearam-se, primordialmente, em espécimes-testemunho depositados em coleções científicas, mas algumas espécies foram registradas por observações pessoais e fotografias. Foram registradas 268 espécies pertencentes a 149 gêneros, 36 famílias e 10 ordens, o que representa 38% das espécies de mamíferos do Brasil. As famílias mais representativas foram Phyllostomidae (63 espécies), Cricetidae (42) e Didelphidae (31). Nossa lista inclui 33 espécies ameaçadas, representando 12% das espécies de mamíferos do Mato Grosso e 30% das espécies de mamíferos ameaçados do Brasil. Discutimos as principais ameaças associadas a este grupo e apontamos a importância de projetos sociais e políticos, aliados ao conhecimento científico básico, em promover uma mudança profunda nesse cenário atual.

The karyotype of Noctilio albiventris (Chiroptera, Noctilionidae) from the northern Pantanal of Brazil and its taxonomic implications

, , , ,

The complete karyotype of Noctilio albiventris cabrerai is described on the basis of specimens from the northern Pantanal region of central Brazil. The G-banded karyotype comprises a diploid number (2n) of 34, an autosomal fundamental number (FNa) of 62, and respectively submetacentric and acrocentric X and Y chromosomes. Active nucleolar organizer regions (NORs) were located in pair 12. C-banding showed constitutive heterochromatin in the pericentromeric regions of all autosomes and in the X chromosome. Differences were found with respect to specimens from Honduras, referable to N. a. minor, which had a pair of autosomes with totally heterochromatic short arms, and from Colombia, referable to N. a. affinis, which had a metacentric X chromosome.


El cariotipo de Noctilio albiventris (Chiroptera, Noctilionidae) del norte del Pantanal brasileño y sus implicancias taxonómicas. Se describe el cariotipo completo de Noctilio albiventris cabrerai en base a especímenes del norte del Pantanal, Brasil. El cariotipo en bandeo G presentó un número diploide (2n) de 34, un número fundamental autosómico (FNa) de 62, el cromosoma X submetacéntrico y el Y acrocéntrico. Las regiones organizadoras del nucléolo (RONs) activas se ubican en el par 12. El bandeo C reveló bloques de heterocromatina constitutiva en las regiones pericentroméricas de todos los autosomas y en el cromosoma X. Se resumen las diferencias con respecto a cariotipos asignables a N. a. minor (Honduras), con un par cromosómico de brazos cortos totalmente heterocromático, y a N. a. affinis (Colombia), con un cromosoma X metacéntrico.